Qual a importância da topografia para execução de projetos?

Como falamos na primeira postagem desse nosso blog (bem vindo), vamos abordar assuntos pouco falados na comunidade da decoração, porém que influenciam em muito em diversos aspectos da construção.

Nesse primeiro momento vamos tratar de uma área pouco conhecida por arquitetos, porém muito comentada entre engenheiros de solos e civis: Topografia.

Antes de mais nada é legal falarmos sobre o conceito de Topografia, e uma definição muito boa é: “configuração de uma extensão de terra com a posição de todos os seus acidentes naturais ou artificiais”.

Explicando de uma forma mais direta, trata-se de como o terreno se encontra com seus desníveis e formas. E, isso impacta muito no custo de uma obra e na adequação de qualquer projeto de arquitetura.

Porém entender de topografia não é uma tarefa fácil. É necessário investir tempo e dedicação para aprender os conceitos básicos desse mercado. Por vezes é interessante investir inclusive num bom curso de topografia, que esteja focado em atividades práticas, pois tentar estudar a teoria sem ver sua aplicabilidade no campo, para qualquer profissional, não vale de nada.

Conceitos como azimute, carta topográfica, georreferenciamento, curva de nível, teodolito, geodésia, GPS, etc, serão muitos comuns e fáceis de compreender na teoria, porém muito bacanas de se compreender em campo.

Mas vamos ao que interessa, a melhor forma de perceber a importância desse tema para a arquitetura é através de imagens.

Selecionamos abaixo alguns projetos que foram impactados pela topografia do terreno:

Bernardes Arquitetura e Kaif Arquitetura: Residência em Teresópolis, RJ

Anderson Freitas e Juliana Antunes: Residência, Santana de Parnaíba, SP

Herbst Architects: Residência, Nova Zelândia

Luciano Lerner Basso: Residência, Erechim, RS

GilBartolomé Architecture: Residência, Granada, Espanha

Como é possível perceber são projetos memoráveis com a aplicação forte da topografia. Portanto sempre é válido analisar o terreno antes de iniciar seu projeto de arquitetura. Até porque essa análise vai direcionar o projeto como um todo, passando inclusive pelos complementares, como fundações, estrutura, e, até mesmo, design de interiores.

Afinal, muitos móveis deverão ser feitos com medidas especiais para se adequar as formas da casa e do terreno.

Espero que tenham gostado e aguardem novas postagens. Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *